Estudo de caso

A OCESA usou o Waze no México para segmentar melhor o público-alvo por gostos musicais

A OCESA é a principal promotora de eventos de entretenimento no México e na América Latina. O Waze entendia o comportamento e os gostos musicais dos públicos-alvo da OCESA porque reunia e correlacionava os destinos mais comuns deles no app (por exemplo, quem frequentava bares com música eletrônica era mais propenso a ir a festivais). A OCESA fez uma parceria com o Waze para usar esses dados e segmentar motoristas com base nas preferências musicais dele, aumentando o reconhecimento sobre os eventos e as ofertas da promotora.

Alcançando os amantes de música

A OCESA queria ser bem estratégica na descoberta do público-alvo certo nos carros, marcando presença fixa no Waze para informar os motoristas sobre novos eventos e shows da OCESA no México.

Criando a campanha perfeita

Para gerar reconhecimento da marca, a OCESA e o Waze segmentaram motoristas de acordo com as preferências musicais deles. Por exemplo, se um motorista tivesse ido a um lugar que toca salsa, ele veria anúncios sobre um show de salsa oferecido pela OCESA, podendo comprar ingressos diretamente do bloco de anúncios.

Waze e OCESA: a união faz a força

Ao usar os insights sobre público-alvo para segmentar as campanhas, o Waze ajudou a OCESA a aumentar o engajamento do usuário em 65%. A abordagem centrada em criativos que usam dados como base também ajudou a aumentar o recall da OCESA em 93%, um crescimento de 140% em relação ao ano anterior. Graças à parceria com o Waze, a OCESA encontrou uma boa forma de se conectar com os amantes de música no México.

Primeiros passos

O objetivo

Alcançar os amantes de música do México e informá-los sobre eventos e ofertas da OCESA.

A abordagem

A promotora usou insights para segmentar motoristas de acordo com preferências musicais e veicular anúncios relevantes aos gostos deles.

Os resultados

A OCESA aumentou o engajamento do usuário em 65% e o recall da marca em 93%, um crescimento de 140% em relação ao ano anterior.

Compartilhar

Receba insights, dados e boas ideias na sua caixa de entrada

Inscrever-se